Abordagem de Ensino Baseada no Jogo

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

FORMAÇÃO vs CONTRATAÇÕES (O CASO F.C. BARCELONA)


Simplesmente IMPRESSIONANTE! É o que tenho a dizer do jogo de hoje. O F.C. Barcelona, mostrou uma superioridade e dominação contra o Real Madrid C.F., digna de perfeição (se isso for possível no futebol?). Mostrando ao mundo que investir na formação de jogadores é o melhor caminho. Terminou o clássico (5 X0), com um gol, na jogada de duas jovens promessas do clube, Bojan e Jeffren. Além dos gols de Xavi (para mim, melhor do mundo nesta temporada) e Pedro . Todos formados nas divisões de base do clube (canteranos), ao contrário do Real Madrid  C.F., que contratou muitos jogadores e, hoje que foi seu principal jogo pela Liga não mostrou o "amor pela camisa branca". Enfim, termino este post com um citação muito apropriado para o jogo de hoje:

 "Os anos passaram, e com o tempo acabei por assumir a minha
identidade: não passo de um mendigo do bom Futebol. Ando pelo
mundo de chapéu na mão, e nos estádios suplico:
- Uma linda jogada, pelo amor de Deus! E quando acontece o bom Futebol, agradeço o milagre, sem me importar com o clube ou o país que o oferece."

Eduardo Galeano (2002)

sábado, 27 de novembro de 2010

F.C. BARCELONA vs REAL MADRID C.F.

Na segunda-feira dia 29/11/2010, ocorrerá o jogo do ano! F.C. Barcelona vs Real Madrid C.F. no Camp Nou. Um jogo onde todos queremos ver um confronto, onde o Barça, com seu modelo de jogo de posse e circulação de bola e, o Real Madrid, com o seu modelo de jogo de transição rápida ofensiva, promete. Outro detalhe incrementa o clássico, quando estarão em campo vários campeões mundiais. Pelo Barça: Valdés, Puyol, Piqué, Xavi, Iniesta, David Villa, Sergio, Pedro, além de, Messi, Dani Alves, etc. Pelo Real Madrid: Casillas, Sergio Ramos, Albiol, Arbeloa, Xabi Alonso, além de, Cristiano Ronaldo, Khedira e Özil, etc.

Outras particularidades do clássico:
  • As equipes são respectivamente líder e vice-líder da competição, Real Madrid (32 pontos) e F.C. Barcelona (31 pontos);
  • Cristiano Ronaldo com 15 gols e Messi 13 gols, realizam uma briga pela artilharia da competição, (lembrando que Messi nunca marcou em uma equipe dirigida por José Mourinho e Ronaldo nunca marcou contra o Barcelona);
  • José Mourinho, está invicto nesta temporada (19 jogos oficiais) com o Real Madrid C.F. (e já foi adjunto do F.C. Barcelona), apesar de nos últimos quatro jogos, só ter dado F.C. Barcelona com um placar agregado desses quatro confrontos sendo, 11 X 2 pro Barcelona;
  • As duas equipes estão empatadas como o ataque mais positivo da competição (33 gols para cada uma), no desempate dá Real Madrid C.F. (tomou apenas 6 gols) e o F.C. Barcelona (tomou 8 gols);
  • Tamanha é a popularidade desse jogo, que será exibido em 81 salas de cinema da Espanha e, está sendo chamado pela imprensa espanhola de "O JOGO DO SÉCULO".
Eu não perderei este jogo por nada! E vocês?

sábado, 20 de novembro de 2010

MECANISMOS ESPECIAIS PARA POTENCIALIZAR SUA EQUIPE

Segundo José Mourinho:
"Num jogador inteligente, sim. Não vou pela cultura, porque a sua aquisição nada tem a ver com a inteligência. Uma metodologia orientada em função de grandes objetivos em que há uma relação íntima entre o modelo de treino e o modelo de jogo, no qual os jogadores, para perceberem o modelo de treino, tem de perceber o modelo de jogo. Quem é inteligente assimila mais depressa as coisas. Os outros podem interiorizar isso através da repetição sistemática de determinados exercícios durante os treinos. São induzidos nesse sentido. Mas a inteligência acelera o processo para adquirir esses objetivos."
Sendo assim, a metodologia de treinamento deve possuir três aspectos:
  • Perceber;
  • Pensar; e
  • Responder.
Os mecanismos perceptivos, cognitivos e cinéticos, devem estar sempre presentes na execução dos exercícios (jogos) durante as sessões de treinamento. Os exercícios tem que desenvolver os três mecanismos com eficiência e rapidez. Pois, o futebol é um jogo essencialmente tático, de tomada de decisões, os jogadores passam o jogo todo, selecionando, julgando e decidindo o que fazer, com ou sem a posse da bola. E, se isso for oportunizado e operacionalizado durante as sessões de treinamento semanal, será bem provável que o êxito desta equipe acostumada a trabalhar assim seja maior do que a equipe que trabalha na forma tradicional.



quarta-feira, 17 de novembro de 2010

JOGO DE TRANSIÇÃO COM ÊNFASE NOS CRUZAMENTOS


Princípio: Valorização da posse de bola e retirada do setor de pressão;

Sub-Princípio: Mecanismos de saída;

Complexidade: 3 (média alta);

Objetivo: Articulação intersetorial entre defesa e meio e defesa e ataque;

Tempos: 6 X 5'                                            Recuperação: 2';

Adaptação Biológica: Resistência Específica;

Materiais: Discos, coletes e bolas;

Dimensões: 1/2 campo;


Descrição

Número de jogadores 14 (6:6 + 2 goleiros)

Jogo específico 6:6. O jogo tem como objetivo manter a posse da bola e realizar a articulação intersetorial entre defesa, meio e o ataque. A equipe de posse de bola (atacante) tem que lançar a bola dentro de uma das áreas demarcadas nas laterais do campo, para poder realizar o cruzamento sem oposição e, poder finalizar. É obrigatório a bola passar por um das áreas para validar a finalização.

Jogo realizado pelo Professor Michel Huff, na época que estagiei com ele.

Abraço e sucesso Professor!




sábado, 6 de novembro de 2010

PROPRIOCEPÇÃO E TREINAMENTO DE FUTEBOL

video

Propriocepção é o termo utilizado para nomear a capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais, sem utilizar a visão. Este tipo específico de percepção permite a manutenção do equilíbrio e a realização de diversas atividades práticas. Resulta da interação das fibras musculares que trabalham para manter o corpo na sua base de sustentação, de informações táteis e do sistema vestibular, localizado no ouvido interno, responsável pelo equilíbrio. A propriocepção é efetiva devido à presença de receptores específicos que são sensíveis a alterações físicas, tais como variações na angulação de uma articulção, rotação da cabeça, tensão exercida sobre um músculo, e até mesmo o comprimento da fibra muscular.

Sabendo que existe uma estreita relação entre as dimensões de propriocepção e as capacidades coordenativas, que são o objeto central do treinamento básico motor e determinam a etapa inicial da estrutura do treinamento sistemático de longo prazo para a promoção de talentos no futebol. Utilizo essa metodologia preventiva de trabalho com as equipes Sub-11, Sub-12, Sub-13, Sub-14 e Sub-15. Pois sabemos que, nenhuma modalidade esportiva desenvolve todos os grupamentos musculares de modo harmônico. No futebol não poderia ser diferente, pois seu treinamento durante os anos de formação e manutenção propicia adaptações musculares específicas e localizadas em maior proporção nos músculos flexores do quadril e extensores de joelho. Estas adaptações geram desequilíbrios musculares que por sua vez podem levar a distúrbios articulares, como por exemplo, a síndrome fêmoro-patelar.

É dado ênfase nos seguintes segmentos corporais:

· Reforço dos tornozelos;

· Reforço dos joelhos;

· Relação abdômen/paravertebrais.

A propriocepção está voltada para a melhoria na execução do movimento relacionado à utilização de bases instáveis ou movimentos que estimulem o desequilíbrio, fornecendo estímulos que adaptem a articulação e seus grupamentos musculares específicos aos movimentos inerentes ao esporte praticado (no nosso caso, o futebol).

Desta forma, demonstra-se a importância da formação acadêmica para trabalhos de iniciação esportiva com preocupação na boa formação e desenvolvimento harmonioso dos atletas.